Corpos Sociais

Triénio 2017 – 2020

 

DIRECÇÃO

 

Presidente – José Alberto Ribeiro

Diretor do Palácio Nacional da Ajuda desde maio de 2013. Presidente da Comissão Nacional Portuguesa do ICOM desde 2014. Diretor da Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves de 2006 a 2013. Enquanto Diretor do Palácio Nacional da Ajuda exerceu funções inerentes à gestão do Museu, programação cultural e co-comissariado de várias exposições, responsável pelos apoios mecenáticos concedidos ao museu, musealização de novos espaços, estabelecimento de parcerias com universidades, entre outras áreas. Foi o criador do Grupo de Amigos do Palácio Nacional da Ajuda e da Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves. Mestre em Arte, Património e Restauro, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (2003), e licenciado em História, variante de História da Arte, pela mesma faculdade. Pós-Graduado em Gestão e Empreendedorismo Cultural e Criativo – ISCTE/Business School – Indeg Graduate (2010).

 

Vice-Presidente – Dália Paulo

Museóloga e Gestora Cultural. Comissária do Programa de Apoio às Artes “365 Algarve” desde julho de 2016. Dirigiu o Museu Municipal de Loulé e foi Diretora de Departamento de Desenvolvimento Humano e Coesão e Chefe de Divisão de Cultura e Património da Câmara Municipal de Loulé, entre 2014 e julho de 2016. Presidente da Direção da Acesso Cultura no triénio 2016/2019. Membro da Direção da Comissão Nacional Portuguesa do ICOM no triénio 2014/2017. Mestre em História da Arte Portuguesa pela Universidade do Algarve. Pós-graduada em Arqueologia Romana e Licenciada em História Variante de Arqueologia pela Universidade de Coimbra. Foi diretora Regional de Cultura do Algarve de 2009 a 2013, tendo por inerência de funções participado nas secções especializadas do Conselho Nacional de Cultura – Secção do património arquitetónico e arqueológico e Secção dos museus, da conservação e restauro e do património imaterial. Foi Diretora do Museu Municipal de Faro.

 

Tesoureiro – Maria de Jesus Monge

Licenciada em História pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa e mestre em Museologia  pela Universidade de Évora. Integrou a equipa do Instituto Português de Museus até 1996. Conservadora do Museu-Biblioteca da Casa de Bragança desde 1996, assume a direção a partir de 2000. Tem desenvolvido trabalho e publicado nas áreas do colecionismo, história dos museus e  casas-museu. Membro da Comissão Nacional do ICOM Portugal nos triénios 2001-2005 e 2008, fez igualmente parte da direção do comité temático internacional para as casas-museu, DEMHIST.

 

 

 

 

Secretário – José Gameiro

Presidente do Júri do Prémio Museu Europeu do Ano (EMYA – European Museum of the Year Award) e Museu Conselho da Europa desde 2015, no qual desempenhou as funções de membro daquele júri desde 2011. Director Científico do Museu de Portimão, é Mestre em “Gestão e Administração do Património Cultural” pela Universidade do Algarve e Licenciado em Artes-Plásticas pela Faculdade de Belas-Artes, da Universidade de Lisboa. Foi membro da Direção da Comissão Portuguesa do Conselho Internacional dos Museus, no triénio 2014/2017 e é, desde 2010, membro da Secção dos Museus, da Conservação e Restauro e do Património Imaterial do Conselho Nacional de Cultura, para o qual foi nomeado na qualidade de “personalidade de reconhecido mérito”. Membro fundador da Rede Portuguesa de Museus (2000) e da Rede de Museus do Algarve (2007) na qual, em 2017, integra o seu atual Grupo Coordenador. Tem exercido as funções de museólogo, formador e professor nas áreas da museologia e do património industrial, sendo responsável pela coordenação e programação das exposições, projetos e atividades parcerias nacionais e europeias do Museu de Portimão.

 

Secretário – Mário Antas

Museólogo com especial interesse na área de educação, comunicação e novas tecnologias em museus. Licenciado em História, especializado em ensino de história, pós-graduado em Museologia, mestre em História da Arte e Doutor em Museologia. De 1997 a 2006 lecionou na Universidade Lusíada de Lisboa. Atualmente leciona na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, onde também é investigador no Laboratório Experimental de Museologia e Educação (LEME). Desde 2006, trabalha no Museu Nacional de Arqueologia como técnico superior com funções da área de educação, comunicação e projetos. Membro da direção do ICOM Portugal (2013-2016) e membro da direção do ICOM CECA Internacional onde exerce funções de coordenador para a Europa. Especialista convidado do Conselho da Europa e investigador em vários projetos financiados pela União Europeia. Em 2012 ganhou o prémio internacional de melhor prática educativa em museus, atribuído pela ICOM-CECA. Autor de várias publicações.

 

ASSEMBLEIA-GERAL

 

Presidente – Clara Frayão Camacho

É técnica superior da Direção-Geral do Património Cultural, investigadora do Instituto de História de Arte da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. É Doutorada em História pela Universidade de Évora e Mestre em Museologia e Património pela Universidade Nova de Lisboa. Dirigiu o Museu Municipal de Vila Franca de Xira (1985-2000), foi Coordenadora da Rede Portuguesa de Museus (2000-2005) e Subdiretora do Instituto Português de Museus e do Instituto dos Museus e da Conservação (2005-2009). Docente de disciplinas de Museologia em Cursos de Pós-Graduação e Mestrado de várias universidades, autora de artigos sobre os museus portugueses e temas da Museologia Contemporânea, foi diretora da revista Museologia.pt (2007-2010). É autora de Redes de Museus e Credenciação – uma panorâmica europeia (2015). No plano internacional tem participado em grupos de trabalho da Comissão Europeia e da UNESCO e tem exercido funções de representação institucional em organismos da área dos museus, designadamente a NEMO – Network of European Museum Organizations e o Programa Ibermuseus.

 

Vice-Presidente – Agostinho Ribeiro

Assessor Principal da DRCN – Direção Regional de Cultura do Norte, com o curso de Formação em Gestão Pública (FORGEP), pelo INA – Instituto Nacional de Administração; Mestrado em Museologia e Património Cultural, pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra; Curso de Pós Graduação em Museologia Social, pelo Departamento de Ciências do Património da Universidade Lusófona; Licenciatura em História, pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra; Curso do Magistério Primário, pela Escola do Magistério Primário de Lamego. Diretor do Museu Nacional Grão Vasco; Responsável pela Secção da Biblioteca, Arquivo e Centro de Documentação do Museu de Lamego; Diretor do Museu de Lamego; Diretor do Museu Grão Vasco; Administrador da Fundação Museu do Douro; Conservador e Assessor técnico e científico do Palácio de Mateus, Vila Real; Conservador e Assessor técnico e científico do Museu Municipal de Resende; Técnico Superior do Museu de Lamego; Monitor Principal do Museu de Lamego; Professor da Escola do Magistério Primário de Lamego; Professor do Ensino Básico com Comissões de Serviço no Museu de Lamego. É membro do ICOFOM – Museology, International Committee for Museology; e do INTERCOM – Management, International Committee on Management.

 

Secretário – Ana Carvalho

Com um percurso de mestrado e doutoramento na área da Museologia, atualmente é investigadora de pós-doutoramento no Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades (CIDEHUS) da Universidade de Évora e integra a equipa da Cátedra UNESCO em Património Imaterial. Publicou Os Museus e o Património Cultural Imaterial: Estratégias para o Desenvolvimento de Boas Práticas (2011), Museus e Diversidade Cultural: Da Representação aos Públicos (2016) e organizou a publicação Participação: Partilhando a Responsabilidade (2016). Autora do blogue No Mundo dos Museus e editora do boletim do ICOM Portugal. É uma das fundadoras da revista MIDAS – Museus e Estudos Interdisciplinares.

 

CONSELHO FISCAL

 

Presidente – Inês Fialho Brandão

Museóloga, tem interesse especial nos temas de museus e ética; museus e educação; e a interação entre museus, património natural e turismo. É coordenadora do Farol Museu de Santa Marta, em Cascais; correspondente na Península Ibérica para o Holocaust Art Research Project, e gere as redes sociais do ICOM Portugal. Foi membro da direção da Acesso Cultura. É autora de várias publicações sobre colecionismo e história de arte, e contribui regularmente para publicações da especialidade. O seu artigo mais recente, ‘Os Museus seduzem-nos’, foi publicado em Fevereiro na RP, Revista Património. Licenciada em História e História de Arte (University of Edinburgh, 2000) e Mestre em Museum Studies e Near Eastern Studies (New York University, 2002). Bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian e da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento. Presentemente, prepara o doutoramento na National University of Ireland.

 

Vogal – Alexandre Matos

Licenciado em História – ramo científico pela Universidade Portucalense, mestre e doutor em Museologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto é, atualmente, diretor do Departamento de Investigação e Formação da Sistemas do Futuro, Lda. e Professor Afiliado no Departamento de Ciências e Técnicas do Património da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. A sua atividade académica e profissional tem como principal foco a investigação na área da gestão e documentação de coleções em museus e paralelamente na utilização da tecnologia no sector do património cultural. Tem como interesse de investigação as políticas de gestão de coleções, a normalização em museus, a utilização das redes sociais no sector cultural e a divulgação das coleções recorrendo a ferramentas digitais e utilizando técnicas específicas como o storytelling. É investigador do Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura Espaço e Memória (CITCEM – www.citcem.org) e embaixador do eCultObservatory (www.ecultobservatory.eu). É membro do ICOM e faz parte dos atuais corpos gerentes (2013-2016) do ICOM Portugale é sócio da Associação Portuguesa de Museologia (APOM). É membro e faz parte da direção do Comité Internacional para a Documentação (CIDOC) do ICOM (http://network.icom.museum/cidoc/). É também autor do blog Mouseion (www.mouseion.pt) e coordenador do projeto MuseusPortugal (www.museusportugal.org).

 

Vogal – Pedro Pereira Leite

Museólogo e Professor Universitário de Museologia. É membro do MINOM e atualmente Investigador no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. Dinamiza o Museu Afro-Digital de Portugal e participa em diversas redes e processos museológicos participativos, em Portugal, Moçambique e Brasil. Desenvolve Docência de museologia em Portugal e no espaço lusófono (Cabo Verde, Moçambique e Brasil). É vogal da Assembleia Geral do ICOM Portugal (2014-2017).

 

 

Consulte os Corpos Sociais Anteriores