GESTÃO DE COLEÇÕES – Conferência digital em torno das Recomendações do Grupo de Projeto Museus no Futuro

Publicado por em Jan 27, 2021 em Destaques, Notícias

GESTÃO DE COLEÇÕES – Conferência digital em torno das Recomendações do Grupo de Projeto Museus no Futuro

Em 2021, o ICOM Portugal promove 5 debates online em torno das recomendações do Grupo de Projeto Museus no Futuro (disponíveis para consulta aqui: https://bit.ly/2K3wLNm).

O segundo, dedicado à GESTÃO DE COLEÇÕES, no dia 20 de janeiro, teve como oradores convidados:

INÊS FERRO

Mestra em Arte, Património e Restauro pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (2001) onde se licenciou em História (1980). Tem uma Pós-Graduação em Museologia (1984) e o Diploma Europeu de Gestão de Projetos Culturais pela Fondation Marcel Hicter – Conselho da Europa (1994). Foi Adjunta da Direção de Exposições da Europália Portugal-Bélgica (1991). Conservadora (1984) e Diretora do Palácio Nacional de Queluz (1992-1998) e posteriormente Diretora do Palácio Nacional de Sintra (1999-2012), tendo acumulado a direção dos dois Palácios de 2012 a 2019 aquando da sua passagem para a gestão da Parques de Sintra Monte da Lua. É desde 2019 conservadora no Palácio Nacional da Ajuda. Profissionalmente tem estado ligada à conservação, interpretação e gestão do património. Foi comissária, coordenadora e colaboradora de diversas exposições, publicações e encontros nas áreas da museologia, história e história da arte.

MARTA LOURENÇO

Investigadora do Museu Nacional de História Natural e da Ciência da Universidade de Lisboa desde 2006, tendo assumido o cargo de diretora em 2019. Possui formação de base em Física (Universidade de Lisboa, 1992), Mestrado em Museologia (Universidade Nova de Lisboa, 2000) e Doutoramento em Museologia e História da Técnica (Conservatoire National des Arts et Métiers, Paris, 2005). Tem extensa obra publicada nos domínios do património cultural das universidades, património científico e história dos museus e coleções científicas, que são igualmente os seus domínios preferenciais de orientação de alunos e de projetos de investigação nacionais e internacionais. Coordenou o levantamento do património cultural da Universidade de Lisboa em 2010-2011 e em 2015-2016, ambos publicados. É coordenadora nacional do PRISC (Portuguese Research Infrastructure of Scientific Collections), integrado no roteiro português de infraestruturas estratégicas de investigação. É atualmente Presidente do Comité Internacional do ICOM para os Museus e Coleções Universitárias (UMAC).

ISABEL FERNANDES

Licenciou-se em História, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (1981). Possui o Curso de Conservador de Museu (Lisboa, 1983). Doutorou-se em Idade Contemporânea no Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho (2013). Foi Conservadora do Museu de Olaria entre 1983 e 1995; diretora do Museu de Alberto Sampaio, entre 1999 e 2010; técnica-superior no Museu de Alberto Sampaio / Paço dos Duques, entre 2012 e 2014. É desde 2014 Diretora do Museu de Alberto Sampaio, Paço dos Duques de Bragança e Castelo de Guimarães. Tem-se dedicado ao estudo da cerâmica portuguesa, procurando também dar o seu contributo para a reflexão sobre temáticas relacionadas com a gastronomia histórica, os Museus e o estudo e inventariação do património móvel. Tem escrito principalmente sobre cerâmica portuguesa, mas também sobre gastronomia histórica e algumas temáticas relacionadas com a museologia. Integrou a equipa do Grupo de Projeto Museus no Futuro e é Vice-Presidente do ICOM Portugal.

Pormenor das reservas do Museu Nacional dos Coches (foto: DGPC / MC)

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.