PÚBLICOS E MEDIAÇÃO – Conferência digital em torno das Recomendações do Grupo de Projeto Museus no Futuro

Publicado por em Fev 4, 2021 em Destaques, Notícias

PÚBLICOS E MEDIAÇÃO – Conferência digital em torno das Recomendações do Grupo de Projeto Museus no Futuro

Em 2021, o ICOM Portugal promove 5 debates online em torno das recomendações do Grupo de Projeto Museus no Futuro (disponíveis para consulta aqui: https://bit.ly/2K3wLNm).

O quarto, dedicado aos PÚBLICOS E MEDIAÇÃO, no dia 3 de fevereiro, teve como oradores convidados:

SARA BARRIGA

Licenciada em Artes Plásticas, Mestre em Artes Visuais e Pós-graduada em Museologia e Património, bem como em Didática das Artes e Liderança.Tem um longo e reconhecido percurso na área da mediação cultural, tendo coordenado o serviço educativo da Casa das Histórias Paula Rego e sido responsável pela elaboração de projetos educativos para o CCB, o Museu Gulbenkian, o Museu do Chiado e para o Alto Comissariado para as Migrações. Entre 2011 e 2019, coordenou o Museu do Dinheiro, tendo sido responsável pela sua instalação, a gestão das suas equipas, exposições, edições e programação cultural e educativa. Foi assessora do Ministério da Educação para os programas de ensino artístico, tendo colaborado como avaliadora do programa INOV ART. Presentemente, é Subcomissária do Plano Nacional das Artes e, em 2019, integrou a equipa do Grupo de Projeto Museus no Futuro.

INÊS CÂMARA

Formada em Comunicação Social e Doutoranda em Ciências da Comunicação no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Os seus principais interesses versam em especial as funções sociais e institucionais dos museus, a sua gestão, a mediação e os seus públicos. Pertence ao Executive Board da Culture Action Europe e é Presidente da Associação A Reserva, responsável pelo observatório do Programa Oeiras Educa +. Fundou a Mapa das Ideias em 1999, participando e coordenando diferentes projetos nas áreas de mediação, a nível nacional e europeu. Nessa capacidade, está presentemente envolvida em dois projetos: i) Projeto Adeste +, financiado pela Europa Criativa, focado no desenvolvimento de audiências e mudança organizacional e ii) no projeto DREAM, focado na criação de ferramentas digitais em museus para professores do 2.º ciclo.

DAVID FELISMINO

Licenciado em História – Ramo científico e pós-graduado em História Moderna pela Faculdade de Ciências e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e em Gestão Cultural – Património e Projetos Culturais pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa do Instituto Universitário de Lisboa. Os seus principais domínios científicos e interesses versam sobre os museus e a história das coleções, bem como sobre vários aspetos do quotidiano, da ciência e da saúde no período moderno e contemporâneo, tendo publicado vários livros, catálogos, artigos e comissariado várias exposições sobre estes temas. Desempenhou funções como investigador e curador no Instituto de Ciências Sociais (2001-2004), na Casa Fronteira e Alorna (2003-2006), no Museu Geológico (2009-2010), no Museu Nacional de História Natural e da Ciência (2010-2016) e no Museu da Saúde (2016-2019), tendo sido responsável pelo desenho do projeto museológico deste último. Desde janeiro de 2020, é Diretor Adjunto do Museu de Lisboa (EGEAC). É membro da direção da Comissão Nacional Portuguesa do ICOM para o triénio 2020-2023.

Foto: Museu da Saúde / INSA, IP

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.