Notícias

Plano Estratégico do ICOM 2022 – 2028. Consulta pública.

Publicado por em Ago 29, 2021 em Destaques, Notícias | 0 comentários

Plano Estratégico do ICOM 2022 – 2028. Consulta pública.

Com vista à redação do próximo Plano Estratégico 2022-2028, o International Council of Museums – ICOM lançou um inquérito dirigido a todos os seus membros associados. O ICOM Portugal incentiva os seus membros associados ao preenchimento do mesmo.

O inquérito organiza-se em quatro eixos fundamentais: Seção 1: Nossa rede; Seção 2: O que torna o ICOM diferente?; Seção 3: Como o ICOM pode melhorar? e Seção 4: As Necessidades dos museus.

O novo plano estratégico que guiará o ICOM até 2028 será proposto na Assembleia Geral na Conferência Trianual em Praga em agosto de 2022, e queremos que reflita os pontos de vista e opiniões de todos os membros do ICOM.

Em conjunto preparemos o futuro do International Council of Museums – ICOM! O inquérito deve ser preenchido até 22 de setembro.

Inquérito disponível para preenchimento aqui.

Entradas dos membros associados do ICOM nas exposições temporárias dos Museus, Monumentos e Palácios nacionais

Publicado por em Ago 14, 2021 em Destaques, Notícias | 0 comentários

Entradas dos membros associados do ICOM nas exposições temporárias dos Museus, Monumentos e Palácios nacionais

A 8 de junho do ano corrente, a direção da Comissão Nacional do ICOM questionou a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) sobre a ausência de gratuitidade nas entradas em exposições temporárias nos Museus, Monumentos e Palácios nacionais (MMP) para os membros associados do ICOM, ICOMOS e APOM.

A 29 de junho do ano corrente, foram prestados os seguintes esclarecimentos pela DGPC, na pessoa do seu Diretor-Geral, Dr. Bernardo Alabaça.

Esclarece que as entradas gratuitas (isenções) dos membros do ICOM, ICOMOS e APOM nos serviços dependentes da DGPC, previstas na 1ª parte do nº 5 do Despacho nº 6474/2014, publicado em Diário da República de 19 de maio, se mantêm em plena vigência.

Esclarece, todavia, que não entende aplicar a gratuitidade em apreço nas entradas em exposições, para as quais são criados bilhetes temporários, incluindo domingos e feriados, ao abrigo do nº 9 do referido Despacho que estabelece que compete ao Diretor-Geral do Património Cultural propor à tutela a criação de novos bilhetes, bem como a atualização da lista de Bilhetes Especiais e de Bilhetes-Circuito.

O objetivo principal diz respeito à necessidade de garantir a sustentabilidade das iniciativas e ações integradas na programação dos MMP dependentes da DGPC.

Sublinha que as entradas gratuitas previstas no nº 5 respeitam às exposições / coleções permanentes, pelo que as isenções ali previstas não são de aplicação obrigatória em exposições temporárias.

Embora aparentemente legalmente fundamentada, a direção da Comissão Nacional do ICOM lamenta esta decisão que coloca em causa décadas de boas práticas e de valorização dos profissionais de museus a nível nacional e internacional. Por outro lado, em nenhum ponto do Despacho nº 6474/2014 é referido que as isenções do n.º5 se aplicam apenas às exposições permanentes e não à globalidade das exposições dos MMP.

A direção do ICOM Portugal continuará a acompanhar de muito perto esta matéria.

A direção do ICOM Portugal

14 de agosto 2021

Boletim ICOM Portugal, Série III, n.º16, Julho 2021

Publicado por em Ago 2, 2021 em Boletim ICOM.PT, Destaques, Notícias | 0 comentários

Boletim ICOM Portugal, Série III, n.º16, Julho 2021

No Boletim de Julho intitulado O Futuro dos museus: recuperar e reimaginar, pretende-se reflectir sobre os museus de amanhã. O museu como o temos vivido ao longo dos tempos não poderá sobreviver como instituição exclusivamente cosmopolita e elitista. À medida que os museus se transformam em espaços de convergência local, onde se poderá não só trabalhar formas e conteúdos diversificados de programação, mas também construir alianças para promover o renascimento criativo e social, humanizam-se e ficam mais próximos da sociedade.

À semelhança do implementado nos anteriores boletins, destacamos agora a Direção Regional da Cultura dos Açores, fazendo referência aos seguintes museus: Museu da Horta, Museu do Pico, Museu de Angra do Heroísmo e Museu Carlos Machado, cuja cooperação enriqueceu este boletim, contribuindo assim para um melhor conhecimento dos museus desse território.

A entrevista com Mariano Piçarra é um testemunho inestimável de um museógrafo com um percurso notável na área da museografia, também como fotógrafo, de uma sensibilidade aguçada e em cujo trabalho a estética é uma constante. Pretende-se com este depoimento dar a conhecer um pouco quem vive o dia-a-dia de um museu.

Dando seguimento à pratica editorial dos boletins anteriores de convidar artistas plásticos para contribuírem com os seus trabalhos, desafiámos agora o artista plástico Miguel Palma. Os trabalhos aqui publicados são fruto de uma grande reflexão crítica que o artista tem vindo a fazer sobre a prática museológica, como manifesto social, mas numa poética de autor.

O mundo mudou e os Museus também terão que se reimaginar. Se pensarmos que agora temos um público mais abrangente e diversificado, o público on-line, onde o digital ganha cada vez mais importância e assistimos ao surgimento de exposições virtuais. O museu como local germinador de ideias, de missão, de encontro de culturas, de fruições e experiências culturais, deverá ser solidificado.

Editorial por Sofia Marçal

Índice

3│ Editorial, por Sofia Marçal

11│ Mensagem da Presidente, Maria de Jesus Monge

14│ Breves

21│ Em Foco – O Futuro dos museus: recuperar e reimaginar – Dossier Direção Regional da Cultura dos Açores 

  • Insularidades e respostas museográficas. Um testemunho de reinvenção do trabalho museológico, em tempos de pandemia │ Francisco R. Maduro-Dias, Presidente da Comissão Executiva da Rede de Museus e Coleções Visitáveis dos Açores Museólogo 
  • Dom Quixote e Sancho Pança. Um breve ensaio sobre o lugar de Neptuno e o seu Museu da Horta │ Luís Neto, Director do Museu da Horta e Luís Menezes, museólogo Museu da Horta 
  • Autonomia, museus e o futuro Achegas para a construção da representação museal nos Açores │ Manuel Ribeiro, Museu de Angra do Heroísmo, museóloga
  • Museu do Pico – um búzio de memórias no coração do mar │ Manuel Costa Júnior, Museu do Pico 
  • Museu Carlos Machado: do passado para o futuro │ Paulo Farias e Valério Moniz, Técnicos Superiores do Museu Carlos Machado 

54│ Em foco – O Futuro dos museus: recuperar e reimaginar 

  • O mais Fiel Depositário. Novos desafios │ Adelaide Ginga, Directora do Museu de Arte Contemporânea Armando Martins 
  • O Museu Nacional de Arqueologia e o futuro: recuperar e reimaginar │ António Carvalho, Director do Museu Nacional de Arqueologia 
  • O Museu Nacional Soares dos Reis – um olhar para além das crises… │ António Ponte, Director do Museu Nacional Soares dos Reis. 
  • The future of Museums: Recove rand Reimagine │ Beatrice Leanza, Directora Executiva do MAAT 
  • Do deslumbre à confrontação ou como uma nova museografia procura valorizar
    o Palácio Nacional de Sintra.
    │ Bruno A. Martinho, Conservador no Palácio Nacional de Sintra | Parques de Sintra – Monte da Lua, SA. CHAM – Centro de Humanidades
  • Imaginar a Nova Bauhaus Europeia │ Filipa Roseta, Professora Universitária FAUL.  Investigadora CIAUD – FAUL 
  • O futuro dos museus tem raízes e alterações climáticas │ Jorge Barreto Xavier, Gestor Cultural. 
  • As portas fecharam-se, e agora?  │ Maria Lima Mayer, Directora da Casa-Museu Medeiros e Almeida 
  • O futuro já chegou. │ Miguel Justino Alves, Gestor Cultural 
  • Recover, Reflect and Radically Re-Imagine: The Future Can’t Wait │ Remko Jansonius, secretário do comité internacional DEMHIST
  • Integração comunitária e o futuro dos museus │ Renata Motta, Presidente do ICOM Brasil 
  • Panteão Nacional, – O Futuro da memória │ Santiago Macias, Director do Panteão Nacional 

117│ Conversa com Mariano Piçarra, museógrafo – Entrevista realizada por Sofia Marçal 

127│ Sobre as audiências das Conferências Digitais sobre as Recomendações do Grupo de Projeto Museus do Futuro │ José Soares Neves, Subdiretor do CIES – Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-Iscte), diretor do OPAC-Observatório Português das Atividades Culturais, membro do ICOM Portugal e David Felismino, Diretor-adjunto do Museu de Lisboa (EGEAC), Secretário do ICOM Portugal

135│ Jornadas da Primavera – 28 de junho 

  • Future of Museums: Recover and Reimagine The new norm for Museums in Africa, return, recreate and innovate! Muthoni Thangwa, (Quénia) Porta-voz dos Comités Nacionais do ICOM 
  • Plasticidade. Sobre a utilidade e os inconvenientes dos museus para a vida. Paulo Pires do Vale, Comissário do Plano Nacional das Artes 

153│  Bolsas

  • Visão geral da 19ª conferência trienal virtual do ICOM-CC. Raquel Marques, Conferência do ICOM-CC

159│ Webminares

161│ Publicações

Para leitura

Projeto H.E.L.P. – Concurso para consultoria na área da mediação digital

Publicado por em Jul 28, 2021 em Destaques, Notícias | 0 comentários

Projeto H.E.L.P.  – Concurso para consultoria na área da mediação digital

O projeto H.E.L.P (Heritage Education New Web Formats And Free Licenses Opportunities For Dissemination, Co-creation And Open Data) pretende promover práticas inovadoras na educação em museus. Licenças gratuitas e dados abertos podem definitivamente ser uma vantagem para a resiliência dos museus.

O projeto HELP, do International Council of Museums – ICOM, promovido pelo ICOM Portugal, o ICOM Itália e o ICOM da República Checa oferece consultoria jurídica, técnica e educacional, para apoiar os museus, na construção ou aprimoramento de projetos educacionais digitais, orientados para o uso de licenças de dados abertos.

ATÉ 21 DE SETEMBRO, encontra-se aberto um CONCURSO, destinado aos PEQUENOS MUSEUS DE PORTUGAL, ITÁLIA E DA REPÚBLICA CHECA, que pretendam beneficiar de consultoria jurídica, técnica e na área da mediação cultural para melhorar os seus projectos e ferramentas educativas digitais, baseadas na utilização de licenças de dados abertos.

Serão selecionados dois museus por país envolvido no projeto.

Prazo: 21 de Setembro 2021

Quem se pode candidatar: Museus da Itália, República Checa e Portugal que preencham a definição de pequeno museu (equipa limitada com múltiplas responsabilidades, com menos de 25 funcionários)

Como candidatar-se: Formulário de candidatura

Mais informações: info@icom-italia.org; info@icom-portugal.org; info@icom-czechia.cz

Para saber mais sobre o projeto H.E.L.P, consulte a página do projeto aqui

Adiamento da Assembleia Geral – Sessão Ordinária – 28 de junho

Publicado por em Jun 22, 2021 em Destaques, Notícias | 0 comentários

Adiamento da Assembleia Geral – Sessão Ordinária – 28 de junho

Nos termos da Lei e dos Estatutos, a Assembleia Geral do ICOM Portugal deveria reunir até 31 de março 2021.

Ao abrigo do decreto-lei n.0 10-A/2020, de 13 de março, tendo em conta a situação sanitária excecional, convocou-se a Assembleia Geral do ICOM Portugal para reunir em Sessão Ordinária, no próximo dia 28 de junho, pelas 15h00, no Palácio Nacional da Ajuda, por Convocatória do Presidente da Mesa da Assembleia Geral enviada a todos os membros associados, em 28 de abril corrente.

Devido ao agravamento da situação sanitária na Área Metropolitana de Lisboa e em todo o país, o ICOM Portugal decidiu cancelar esta Assembleia Geral, adiando a mesma para data a definir posteriormente.

Recorda-se a todos os membros associados que o Relatório e Contas referentes ao exercício de 2020, acompanhados do Parecer do Conselho Fiscal, o Relatório de Atividades 2020 encontram-se já disponíveis para consulta no site do ICOM Portugal.

Lisboa, 21 de junho 2021,

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral

Joaquim Caetano Oliveira